A Profecia de Samsara

Título: A Profecia de Samsara | Autora: Letícia Vilela| Editora: Editora Gutemberg | Gênero: fantasia | Páginas: 256 | Ano de publicação: 2014 | Nota: 5,0/5,0


Não lembro muito bem como este livro veio parar nas minhas mãos. Lembro-me de receber uma mensagem falando sobre um livro nacional que contava um pouco da cultura indiana. Junto com a mensagem veio um link para o perfil do livro. Eu sei que a gente diz para não julgar um livro pela capa, mas ao olhá-lo me encantei. Li a sinopse disponível e resolvi dar uma chance ao livro.

Quando Samsara chegou pelo correio eu só tive boas surpresas. Autora brasileira (acho que foi na época em que eu procurava autores brasileiros para ler) ilustrações lindas e uma premissa totalmente diferente. Através do livro e da história de Letícia Vilela, eu viria a conhecer outra cultura, passear por outros jardins e fugir da perspectiva europeia me encantou. Assim, abri o livro e mergulhei no mundo de devas, varnis, auras e alayas.

Em Samsara, o mundo é dividido em clãs. Os alayas são os humanos. Em tese, eles não têm magia e são, de uma forma ou outra, os que sustentam os outros clãs. Os devas são um dos 3 clãs mágicos existentes. Eles se alimentam da energia mágica emanada pelos alayas. Os varnis se alimentam da energia existente no sangue humano. Já os auras se alimentam das emoções humanas e com isso acabam interferindo no curso que a humanidade toma.

A história começa com uma premissa simples: sobreviver. Um príncipe deva foi morto e a principal suspeita é Draupadi, sua mestra. Temendo por sua vida e pela vida de sua “filha”, Draupadi foge com o príncipe Arjuna em sua perseguição, já que ele prometeu vingar a morte do irmão. Assim, acompanhamos as aventuras de Draupadi, sua filha Asti e o perseguidor príncipe Arjuna.

Letícia tem uma habilidade inata de descrever os cenários com exatidão. Algumas passagens ainda tenho bem vivas na mente. Asti é uma humana de sorte (e azar ao mesmo tempo) por conseguir viver em um mundo tão fantástico onde tudo é vivo. Bem verdade que as coisas também podem ser perigosas, já que os varnis também buscam as duas.

Caçadas por devas e varnis, o refúgio óbvio parece ser entre os auras. Nós vemos diante de nossos olhos a história da profecia se desenrolar. Apesar de humana, Asti é a detentora de uma maldição (por isso o azar anterior). Esta condição de Asti faz dela um personagem intrigante e misterioso que começa como uma menina até de certa forma inocente e vai se tornando uma mulher com força de decisão. Acaba que nós também nos vimos torcendo para que Arjuna e Asti se entendam, pois é algo óbvio que os seus destinos estão entrelaçados.

Muitas passagens de tirar o fôlego, num enredo bem pensando e novo (pelo menos para mim). Graças a esse livro, pesquisei mais livros sobre a cultura indiana e acabei por achar uma trilogia interessante que jaz na minha lista de “futura leitura”. Uma coisa também interessante, é que Samsara é o segundo livro de uma trilogia. Não li o primeiro e nem o terceiro, e posso dizer que você pode ler sem medo “A Profecia de Samsara” sem se perder no meio do caminho. O livro faz parte do projeto RedLuna e até o momento não achei muitas informações sobre o terceiro livro da trilogia. O primeiro chama-se “Biblioteca do Czar” e o terceiro (até a finalização deste texto) “A Chave Larshan”. Estou ansiosa pro ler o primeiro. Ele já entrou pra lista de “quero ler” com direito a subir um pouco na ordem de leitura.

Letícia Vilela, parabéns! Seu trabalho é maravilhoso neste livro. Altamente recomendado para os imaginadores de plantão!


Assinatura_Crônicas - Ana

Siga a Ana no Instagram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s