Camille Victoire Barbineaux

Mais uma personagem da crônica de Mago: A Ascensão que figura Sabine Bournier. Camille é, talvez, a grande antagonista do jogo. Uma poderosa, jovem e sagaz hermética que gelaria o sangue de qualquer tradicionalista (ou mesmo tecnocrata) experiente. Camille não só almeja liquidar Sabine como também se envolveu com Werner no passado e Richard no presente. Homens de quem Sabine é amante. 

Uma estrela ascendente na Ordem de Hermes europeia; com uma mistura de manobras políticas sagazes, ascendência ilustre, proeza mágika e cultivo dos contatos certos, Camille-Victoire Barbineaux escalou rapidamente os degraus da Casa Quaesitori da Ordem de Hermes, sendo uma das mais jovens a jamais serem apontadas pela sua Casa para o posto de Arauta do Conselho das Nove Tradições Místicas, embora Barbineaux com mais frequência se apresente como Legata, usando a forma feminina do antigo título latino para o posto (Legatus).

Nascida e criada em Paris e descendente de uma das famílias mais tradicionais da Borgonha, Barbineaux é uma de três herdeiros de uma importante empresa produtora de cristais de alta qualidade, e conta com alguns grandes nomes da Ordem de Hermes em sua árvore genealógica, como a bisavó Agnès, uma das mais incendiárias figuras da política Tradicionalista do século XX; e o antepassado distante Guiscard de Barbineaux, que por boa parte do século XVIII liderou a Maison de Rosecroix, maior Capela Hermética do Reino da França à sua época. Hoje afiliada a uma sociedade Hermética que sua bisavó ajudou a fundar e na qual era colega de Henri em Paris, Camille se voluntariou para pessoalmente investigar o desaparecimento do antigo colega pouco após sua abrupta mudança para Berlim.


Imagem: Velicastelo | Aquarela sobre papel | 4 h de trabalho

O primeiro contato de Sabine com Barbineaux não foi pessoal, mas se deu através de Aleksander, que a contou sobre uma desconcertante visita que recebeu da jovem Hermética.
A sagaz Hermética se mostrou herdeira não só da fortuna de sua avó mas também das manobras mais obscuras na famosa e influente Irmandade Hermética do Anoitecer Tardio. Desconfiada do mistério que rondava Sabine ela decidiu usar seu dinheiro e poder para roubar o diário de Sabine quando esta viajava para Paris com Werner. Lendo o diário da sua conterrânea francesa, Camille finalmente descobriu que Sabine se tratava, na verdade de uma figura poderosa e obscura conhecida por Mãe das Eras. 
Sua avó teve que lidar com essa figura anos atrás, e de alguma forma, ele decidiram que aquela encarnação da Mãe das Eras deveria morrer. Foi então que Camille continuou os planos de sua Casa e tentou dar Cabo de Sabine enquanto ela se apresentava. 
A tentativa de assassinato foi infrutífera. Werner, prevendo tudo, de alguma forma tirou Sabine do local e a levou para um lugar seguro. Mais tarde, a pobre Mãe das Eras, percebe que, apesar de estar bem, Camille conseguiu levar Richard da vida dela. Ele morreu baleado naquele maldito dia no Kleine.

Texto por João Araújo.

Siga a Guilhermina no Instagram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s