Luther Dale | O homem corvo

Luther Dale

O homem corvo

raven man

Luther Dale foi um clérigo de Odin criado para uma aventura que se passava em um cenário nórdico. A construção do personagem se baseou nos critérios e referências de D&D 5.0.


 

Luther Dale nasceu em uma manhã chuvosa nas terras ao norte, próximo ao mar de gelo. Filho de um mago com uma bruxa descendente dos antigos magos brancos, ele mostrou que tinha aptidão para a magia desde cedo.

Enquanto criança, Luther dizia a seus pais que era capaz de falar com corvos e que eles lhe contavam coisas incríveis sobre o mundo. A habilidade de entender os animais fascinara seu pai que o incentivava a cultivar essa amizade incomum. Acabou fazendo amizade com um corvo, ao qual deu o nome de Gerard.

A amizade de Luther e Gerard cresceu de tal forma que eles não se separavam mais. Luther ensinara algumas palavras ao corvo que as crocitava sempre que pensava ser apropriado. Essa relação chegou a um ponto em que Luther não existia sem Gerard e Gerard não existia sem Luther. A ligação entre eles permaneceu um mistério até que Luther estivesse próximo a completar vinte e um anos.

Dois corvos de olhos azuis, quase tão profundos e brilhantes quanto o gelo eterno, vieram ao seu encontro em uma manhã nevada. Admirar o olhar dos corvos era como ser transportado para algum lugar além da realidade temporal. Diferente da comunicação que ele tinha com Gerard ou qualquer outro corvo, aqueles dois não precisaram crocitar. A profunda troca de olhar fez com que ele entendesse de imediato o que estava acontecendo.

Eles eram Hugin e Munin, os corvos mensageiros de Odin. A mensagem que trouxeram naquele dia fez o coração do rapaz palpitar. Ele havia sido escolhido pelo próprio deus para tornar-se um de seus servos, um canal direto entre ele e o mundo terreno.

c6fe0ecc2c5520445f0f4ee83446c652

Hugin and Munin
Fly every day
Over all the world;
I worry for Hugin
That he might not return,
But I wory more for Munin.

Odin

Não havia como recusar aquele chamado. De coração aberto, ele aceitou e selou o acordo com os corvos, que retornaram para seu mestre. No mesmo dia, Luther e Gerard partiram para a vida de aventuras que o deus prometera. Para utilizar sua magia divina, Luther faz uso de um medalhão no formato de olho, símbolo de Odin, através do qual canaliza as bênçãos de sua divindade.

Olho de Odin
O olho de Odin.

A missão que Luther recebera de Odin foi viajar o mundo em busca de conhecimento que pudesse ser útil para a evolução da humanidade, e assim compartilhá-lo. Essa busca muitas vezes o conduziu a caminhos tortuosos, a batalhas sanguinárias e a tavernas imundas. Apesar de todas essas adversidades, Luther nunca recusou uma missão.

 


Infelizmente, Luther morreu na única aventura que joguei com ele. Foi um bom personagem e gostaria de ter tido mais oportunidades de interpretá-lo em outras jornadas.

 

Mr. Crow

Come Mr. Crow
It’s time to go
And we know well
That time is of the essence
The light in the sky has cast its spell
And the worms have learnt their lessons

Come Mr. Crow
It’s time to show
And they can tell
No time is like the present
The spirit inside can dreams foretell
And the ground feels rather unpleasant.

Steve The Burgh

Assinatura_Crônicas - Vitor

Siga o Vitor no Instagram.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s