Top 5 obras literárias de terror | Por Felipe Castilho

E nossas indicações literárias para a semana do terror não param! O autor da vez é o Felipe Castilho que em suas indicações traz além de clássicos como Stephen King, Hqs nacionais e autores pouco conhecidos.


FelipeCastilho2

Felipe Castilho é autor de livros de fantasia. Famoso pela série O legado folclórico, que une mitologia brasileira com o mundo dos videogames, foi indicado ao Prêmio Jabuti pelo quadrinho Savana de pedra. Ordem Vermelha: Filhos da Degradação saiu pela editora Intrínseca, e recentemente lançou a HQ Desafiadores do Destino pela AVEC editora.

Segue um top 5 de livros de terror/horror/sustinho que considero topzeira. Eu poderia facilmente fazer uma lista só de Stephen King, outra só de Lovecraft, outra só de Clive Barker – mas não vou, e vou citar só um deles.


 

81r3EFS8CVL5. Black Hole – Charles Burns

Terror existencial e que dá vazio existencial junto com arrepios, com algumas frases bem “descaralhantes” ou um requadro tétrico de alguém pisando descalço num mato onde pode ter de vidro a seringas usadas (um exemplo bem en passant).

Influenciou muita gente no cinema e na literatura, incluindo esse que vos fala.

A edição da Darkside está lindona!


 

A-Hora-do-Vampiro-Edicao-de-Bolso-Stephen-King-2400824. Salem’s Lot (ou A Hora do Vampiro) – Stephen King

Um dos meus livro de vampiro favoritos – até sair um livro de O Que Fazemos Nas Sombras. Barlow é um baita de um desgraçado, e você tem medo dele PRINCIPALMENTE quando ele não está fazendo nada horrível, porque aí você fica se imaginando QUAL VAI SER A PRÓXIMA COISA HORRÍVEL que ele vai fazer.

Destaque pro confronto dele com o Padre Callahan.


 

raiz-capa3. Raiz – Dudu Torres

HQ independente nacional, desse ano. O Dudu está naquela coletânea da Draco, O Despertar de Cthulhu (a edição verde dessa trilogia excelente), e lá ele mostrou um tato incrível com o horror. Em Raiz ele mostra um grotesco – bem certeiro, mostrando pouco e deixando muito pra se imaginar – pela lente da inocência, e consegue ser tocante enquanto assusta. Tem muito de Junji Ito ali, mas direcionado de um jeito bem único.


 

capamausoleu2. Mausoléu – Duda Falcão

O Duda é um excelente editor e escritor, e praticamente um líbero escrevendo em qualquer departamento do horror. Mausoléu é uma coletânea de contos que reverencia os grandes mestres e que, já pela capa, te deixa num clima pulp já pra emendar uma sessão de Contos da Cripta.


 

fantasmas-do-sculo-xx-joe-hill-1-6381. Fantasmas do Século XX – Joe Hill

Como prometido no início do texto, só vou citar um livro do King, MAS ISSO NÃO ME IMPEDE DE FALAR DO FILHO DELE. Pra mim, uma das melhores e mais coesas coletâneas de contos (não só de terror) que já li. Destaque para o conto que dá o título ao livro, que é de (adivinha) fantasma. Belíssimo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s