Cavaleiro Negro – por Davi Paiva

41889117_1997345260286618_6744828341129314304_nTítulo: Cavaleiro Negro | Autor: Davi Paiva | Editora: Darda | Ano: 2017 | Páginas: 360 | Nota: 4,0 / 5


Até onde nossa determinação pode nos levar?

O fim justifica os meios?

Existe justiça no mundo em que vivemos?

“Fidler Koogan tinha oito anos quando seus pais foram assassinados na sua frente, e ele foi mandado para um orfanato na província de Ryddle, uma das muitas províncias do mundo de Raysh. E lá, viveu seis anos sofrendo mais perdas que consumiram o seu coração. Aos 14 anos, ele fez uma promessa: voltar e conquistar Ryddle para governá-la, não importando os riscos, os recursos ou quem encontrasse em seu caminho…”

De início três coisas chamaram minha atenção, positivamente:

  1. A semelhança com um MMORPG, a caminhada do protagonista até concretizar sua missão;
  2. O paralelo feito pelo autor entre os problemas que enfrentamos no mundo real e as características da fantasia medieval que ele criou;
  3. A coerência da estória, nada é citado em vão.

O livro é dividido em 7 arcos, todos eles retratam uma fase da vida de Fidler; e são subdivididos em pequenos capítulos, o que me agradou muito, pois é mais fácil pausar a leitura e depois pegar o gancho para recomeçá-la.

Há um mundo criado especialmente para essa estória, e o mapa está no início do livro – muito útil para compreender o caminho percorrido pelo protagonista. Nesse mundo misturam-se personagens típicos do fantástico e da realidade, como elfos, espadachins, samurais, anjos, demônios, orcs, goblins, arqueiros, magos, etc.

41516682_2203798023164940_9058695981339508736_n

Fidler é um anti-herói, inocente no início, obstinado no percurso, fiel à sua própria justiça até o fim. Sua estória tem como base a clássica Jornada do Herói, desenvolvida com elementos não tão comuns, de forma original e reflexiva.

No primeiro arco somos apresentados à infância de Fidler, à sequência de tragédias e acontecimentos que formam o caráter dele, e o seu desejo de vingança. O segundo arco se passa após a adoção por Gallaway; Fidler aprende sobre esgrima, e também faz uma importante decisão: ser honrado ou vencer a todo custo? Do terceiro ao sexto arco vamos conhecer as atitudes do protagonista diante o caminho que escolheu. E no último arco, saberemos como ele vai lidar com o que conseguiu. Nesse ínterim ele se aliará a pessoas, e a um dragão e a outros seres fantásticos, que nem sempre farão o esperado. Passará por amores, amizades, sacrifícios, conquistas, frustrações…

Uma das frustrações envolve um relevante rival no livro, e infelizmente acho que essa parte não teve todo seu potencial aproveitado.

“De um lado, um elfo criado na nobreza que abdicou do luxo para aprender a disciplina de um guerreiro.

Do outro, um humano caído em desgraça que aprendeu o que pôde para realizar a sua vingança.”

Outro problema se encontra nas nuances dos personagens, eu só consegui me conectar a Fidler e Shakerald, e principalmente ao ódio pelos “vilões” corruptos. Porém isso também faz parte do foco da narrativa. Cavaleiro Negro tem um ritmo acelerado, muito fácil de ler, indicado ao público juvenil, sem aprofundamentos, mas que estimula reflexão. Eu espero que você consiga responder às perguntas no início dessa resenha, porque eu ainda reflito sobre elas.

Este é o primeiro romance do Davi, no entanto ele já participou e organizou diversas antologias. Quer conhecer mais sobre o autor? Acesse a página do Davi Paiva no facebook.

Assinatura_Crônicas - Brena

Siga a Brena no Instagram.

2 comentários Adicione o seu

  1. Obrigado pela leitura e divulgação!
    Espero que goste mais do meu próximo livro solo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s